terça-feira, dezembro 05, 2006

Vai tocar a todos

Como muito bem nota Manuel Azinhal em Salazar e os outros há um fenómeno de criminalização em crescendo. Se é proibido pôr em dúvida o holocausto ou o genocidio arménio tudo é possível proibir. A democracia e o liberalismo estão-se a transformar numa religião, com os seus talibãs e as brigadas de bons costumes. Quem não cumpre é herege, ou, como na Russia Sovietica é maluco.

Se neste momento apenas são perseguidos os intelectuais que ponham em duvida esses dois acontecimentos, no resto da sociedade muita gente é perseguida por não aderir aos novos valores.A noção de mal começa-se a perder, legaliza-se o aborto e prendem-se os ciganos por venderem camisolas aldrabadas.O mal é o que contraria o pensamento vigente, seja economico ou politico. Um casal foi condenado por homicidio negligente por ter deixado os dois filhos em casa sózinhos e as crianças pegado fogo ao apartamento e morrido. Sofreram o horror de perder os filhos e ainda por cima foram presos. A outros pais foi-lhes retirado os filhos por não terem condições psicologicas e materiais para os sustentarem. É proibido ser pobre. Tira-se-lhes os filhos por «falta de condições» para os enfiar nas edificantes Casas Pias.

É preciso parar isto. Não pensem que alguem fica de fora.Que há alguem que se safa.Vai acabar por tocar a todos

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home